A Besta de Bray Road – The Bray Road Beast

Bray Road, uma estrada com vários mistérios. Ao longo dos anos várias pessoas dizem ter visto a mesma criatura, uma espécie de besta gigantesca, será verdade?

Essa lenda passou a se tornar um caso de criptozoologia, devido aos fatos e estudiosos procurarem por respostas sobre os casos até os dias atuais.

A-Besta-de-Bray-Road-The-Bray-Road-Beast
Este animal foi avistado em uma estrada rural em Elkhorn no estado de Wisconsin, EUA. Tem sido avistada desde 1936. Ele anda em duas ou quatro patas. Diz-se ter cerca de seis metros de altura, construído como um homem atlético e coberto de cabelo desgrenhado. Ele tem uma cara de lobo de olhos amarelos, que brilham na luz.

Uma mulher disse que era a criatura mais próxima para se parecer com um lobisomem que ela já tinha visto.

Ele tem um cheiro horrível de carne em decomposição. Em 1936, esse animal foi visto cavar um cemitério indígena. O vigia rezou por sua vida ao vê-lo. O animal teria dito “gadarah” para ele e afastou-se em suas duas patas traseiras. Gadara era uma cidade grega, situada a leste do rio Jordão.

Ele é mencionado no Novo Testamento. Segundo a Bíblia, Jesus encontrou um homem que teria sido possuído por espíritos malignos.

Este homem era tão forte que ele poderia derrubar muralhas. Quando o homem viu Jesus, ele começou a falar. Disse a Jesus que seu nome era Legião, e que havia muitos como ele. Jesus curou os espíritos do mal, transferindo-os para uma manada de porcos. Os porcos, então, correram para o mar e morreram.

A teoria é que a besta de Bray Road estava tentando dizer ao homem sobre sua natureza, e que sua espécie tem sido vista desde os tempos bíblicos.

Publicidade

Publicidade

Vídeo com possíveis provas da existência da fera



Outro avistamento ocorreu em 1989, quando Lorianne Endrizzi, uma jovem de 24 anos, estava dirigindo pela Bray Road em torno de 01:30.

Ela pensou ter visto uma pessoa curvada do lado da estrada, assim ela desacelerou para ver se a “pessoa” precisava de ajuda.

Quando ela olhou para a figura, ela viu que a pessoa era realmente um homem, meio lobo, uma verdadeira abominação. Ele tinha um focinho longo, olhos amarelos, dentes afiados, e estava coberta de pelos castanho-acinzentados. A besta estava segurando um animal atropelado com as mãos, ou garras, e mesmo com ela assistindo a cena, ele continuou a devorar o animal, até que ela foi embora.

Outros avistamentos:

1964
Dennis Fewless viu a criatura, ele estava indo para a casa de carro por volta da meia-noite, quando viu um animal correndo graças à luz de seus faróis. Dennis descreveu a criatura como marrom escura, peluda, pesava cerca de 450 quilos e tinha cerca de sete ou oito metros de altura. Ela correu pela estrada, pulou uma cerca de arame farpado e depois desapareceu.

1972
Uma mulher de Jefferson County chamou a polícia para relatar uma tentativa de invasão a sua casa. De acordo com a investigação do WDNR (Departamento de investigação de Recursos Naturais de Wisconsin), a mulher disse que o intruso era um animal grande e desconhecido, com cabelo longo e escuro, tinha cerca de oito metros de altura, caminhou ereto, tinha longos braços e garras em cada mão. A besta voltou algumas semanas depois. Ele tentou invadir a casa novamente, sem sucesso, foi até o celeiro e atacou um cavalo, fazendo um corte profundo no equino.

1999
Doristine Gipson estava dirigindo ao longo de Bray Road, quando sentiu seu pneu dianteiro deixar o chão como se tivesse atingido algo. Ela parou o carro, saiu e olhou para a escuridão. Algo peludo e escuro veio em sua direção, ela pulou de volta para o carro e tentou ir embora, a besta tentou pular sob o porta-malas do carro, que estava molhado demais – provavelmente graças à chuva – para a criatura agarrar.

Os avistamentos continuaram. Houve uma série de encontros bizarros entre 1989 e 1992. A criatura não parecia ser um animal conhecido. Eventualmente, os avistamentos acabaram, deixando muitas perguntas sem resposta. Pé-Grande? (Big Foot ou Sasquatch nos EUA) Não, de acordo com todos os avistamentos, boatos e depoimentos, o Pé-Grande não ataca animais ou seres humanos. O mistério da besta de Bray Road permanece sem solução.

Publicidade


O criptozoologia.com.br surgiu com o intuito de fornecer uma vasta quantidade de boas informações sobre esse mundo novo que é a Criptozoologia.

Leia também